Coração Blindado: Pode vir quente, que eu te dou um banho de água fria

Você ao longo do tempo constrói mais que uma armadura para se proteger dos perigos e armadilhas do coração. Há quem diga que construiu uma borboletas casulofortaleza. Será isso verdade? Será o ser humano um ser de inteligência tão sagaz que consegue não se envolver e deixar as coisas fora de seus domínios?

Conversando por aí, ouvi muitas vezes a expressão “criei uma carapaça” ou “vesti minha armadura”, não é Pitty? Mas temos que concordar, que se você usa uma expressão dessa, foi porque você, no mínimo, passou por algo que o fez se proteger de tal maneira. Bom, para ser muito sincero, não acredito nisso. Acho que essa defesa natural é uma casquinha de merda! Todos nós gostamos de amar e sermos amados. A verdade por trás da expressão é que muitas vezes tentamos evitar o óbvio, com medo de que soframos novamente. Mas acabamos por tentar e tentar, já que não tem jeito, vai ser sempre assim.  O que seria da vida sem desafios?

Se  eu fosse levar esse lance de “criar carapaça” depois que me f… em um relacionamento eu teria um exoesqueleto quase tão completo quanto um artrópode. Mas eis que chego onde eu queria! Você sabia que toda essa proteção (pelo menos no reino animal), limita o crescimento daquele ser. Você ganha em proteção, mas se limita a ser daquele tamanho. E quem quer ser do tamanho de um fim de relacionamento? Acho que ninguém. De toda forma, dou-lhe a solução para que possam crescer. Troquem seu exoesqueleto! Livrem-se desse escudo que lhes protege, mas não lhe permite crescer além do que você já cresceu. Troquem, amem, sofram e criem um novo, mas quando este estiver ficando apertado, destruam-no e voltem todo o ciclo!

A vida é feita de renovação, concordam? Então, permita a renovação sempre. Seja renovável! Quanto mais renovações você tiver, mais “cascudo” você será. E não fique parado, preso em sua carapaça. Quer uma vida longe de sofrimentos amorosos? Desculpe. Essa vida não existe! Mas por que não querer uma vida onde você pode dizer, ao final dela, que você amou intensamente uma pessoa ou pelo menos tentou amar? Todos quebraremos a cara pelo menos uma vez na vida e todos amaremos pelo menos uma vez na vida. Resta saber se você quer arriscar agora ou vai ficar esperando um sopro divino surgir na sua janela. Não fique com medo de amar mais de uma vez e quebrar a cara. “Quanto mais nos elevamos, menores parecemos aos olhos dos que não pode voar” disse Nietzsche. Voe e seja gigante, não se acovarde e seja pequeno! 😉

“Como são sábios aqueles que se entregam às loucuras do amor.” Joshua Cooke

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s