1º Semestre do Cinema 2015: Da “Ba-na-na” ao “I’ll be back”

O cinema em 2015 nos surpreendeu positivamente e negativamente, mas que muitos filmes que estão em cartaz fizeram a alegria dos nerds e cinéfilos por todo país (e mundo), isso é verdade. Vamos à uma resenha dos melhores filmes em 2015.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Vejam bem, vamos fazer uma seleção de filmes, com os principais vistos pelo Ressaca Filosófica. Não daria para falar de todos, mas tentaremos abordar os principais ou pelo menos os campeões de bilheteria. Sei que terão haters para criticar e reclamar que o filme tal não esteve presente, mas vejam bem. Foi uma escolha. Existem muitos filmes bons, que deverias estar aqui e não estão.

O ano de 2015 foi muito esperado pelos nerds! Afinal, Vingadores 2 – A Era de Ultron, Homem-Formiga… Tem ainda Batman x Superman e Esquadrão Suicida, mas que ainda não foram lançados até a data desse post. Os viciados em super-heróis tiveram uma belíssima surpresa com os Vingadores. Mas pera aí, Vitor, o Ultron virou um personagem carente, sarcástico e piadista? E o Visão, qual fundamento dele? Bom, vamos lá! Todos os filmes da Marvel tem essa pega de humor, diferente da DC. Então, os incomodados que se mudem! Os nerds sempre viram e nunca deixaram de ver, não ia ser por isso que deixariam de ver o danado do Ultron! Se formos levar ao pé-da-letra, o Homem-formiga deveria ter aparecido e o criado, certo? Então, sosseguem… Contudo, o filme foi bem legal, com cenas de ação muito boas. Mataram o Mercúrio e deixaram a feiticeira escarlate, o que foi uma gafe na minha opinião. Eles poderiam continuar. O Hawkeye aparece bem mais nesse filme e até ficamos sabendo um pouco mais da vida pessoal dele. Vemos um Tony Stark tendo um vislumbre futurista (ou não). Mas temos que concordar que a Guerra Civil vai ser épica! E, deixo minha torcida para o super-herói mais top de todos: Capitão América! (sou fão mesmo! rs)

Tivemos Jurassic World que surpreendeu o mundo ao bater o próprio Vingadores em bilheteria. O filme se saiu tão bem que mereceu um lugar no top 5 dos filmes aqui e na história! Salve Spielberg, gênio! Tivemos também uma grata surpresa com o filme dos Minions. Essas criaturinhas amarelas, que falam uma mistura de 4 idiomas sabem mesmo alegrar a crítica e o público. Eu já comecei a rir antes mesmo do filme começar. E minha namorada quase teve um treco e queria que eu materializasse um “Bob” para ela no cinema, quando ele soltou o “História pa dormih”. rs

Tivemos o surreal (mentiroso) Velozes e Furiosos 7 que permanece no topo da lista de filmes mentirosos, junto com Duro de Matar, Missão Impossível, entre outros… Mas a cena do carro saltando os prédios foi demais. Apesar de toda trama estar bem envolvida e amarrada, o filme se tornou um pouco confuso. O Vin Diesel caça o Jason Stahtan ou vice versa? Por fim, fizeram uma bela homenagem ao ídolo Paul Walker que morreu durante as filmagens e deixou a sequência, depois de 7 filmes. Descanse em paz, Paul! Você sempre foi, é e será nosso Brian o’Conner!

Como últimos filmes, temos Homem-Formiga e Exterminador do Futuro: Genesis, Dois filmes “duca”. O primeiro, como todos os filmes de herói, começa contando a história por trás da máscara e acaba se tornando um pouco monótono. Mas a história até que ficou bem amarradinha. Gostei de ver ele comandando as formigas e aprendendo a usar o traje. Ahhhh e a surra que ele dá no Falcão… Wol!

“I’ll be back” é uma das frases mais épicas do cinema mundial e foi imortalizada na voz do Arnold Schwarzenegger! No filme Exterminador do Futuro: Genêsis, Ele é o Exterminador T-800, que foi enviado para matar Sarah Connor, mãe de John Connor, líder da resistência humana.  Para os que não viram os filmes anteriores, vale a pena assistir antes de ver o Genesis. Porque, nessa volta ao ano de 1984, o Sargento Kyle Reese, pai de John Connor no futuro, se depara com uma nova história. Como ele voltou no tempo, o futuro do passado, foi modificado e o presente se embaralhou entre memórias e lembranças. Tanto que Kyle encontra com ele mais novo no passado, sendo que no futuro ele é salvo pelo próprio filho, que o manda ao passado evitar a morte da mão pelo T-800, que virou um guardião e protegeu Sarah do outro enviado (que por sinal, bela cena). Ou seja, tudo virou um grande confusão e vimos um lado sentimental de Arnold nesse filme. Ele trata Sarah como sua filha, mesmo não tendo sentimentos.

É isso, galerinha! Fiquem com nosso Ressacast de Cinema, onde abordaremos os principais filmes até aqui e aproveitem as outras matérias do site! E qualquer coisa: contato@ressacafilosofica.com

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s