Água em Marte: Indícios da vida começam a surgir

Marte

Imagem de Marte (Foto: Twitter @MarsOrbiter)

E não é que foi descoberto água em Marte? Demos mais um passo para descobrir vida extraterrestre e, dessa vez, um passo gigante rumo à essa descoberta! Alô, comunidade galáctica! Sejam bem-vindos! 😉

Carl Sagan

Desde que o mundo é mundo e o homem se tornou um ser pensante, alguns mistérios sempre assombraram a existência no planeta. Será que somos os únicos habitantes de um planetóide? Será a Terra o único planeta com vida do Universo? Será que só aqui encontraremos vida inteligente? E essas são só algumas das mais diversas questões que temos por aí. A grande verdade é que é muito mais plausível que exista vida, do que não. Se olharmos a foto da Voyage 1 e a filosofia do Carl Sagan sobre o “pálido ponto azul” temos um choque de realidade por sermos pequenos e inúteis nesse vasto cosmos.

“Olhem de novo esse ponto. É aqui, é a nossa casa, somos nós. Nele, todos a quem ama, todos a quem conhece, qualquer um sobre quem você ouviu falar, cada ser humano que já existiu, viveram as suas vidas. O conjunto da nossa alegria e nosso sofrimento, milhares de religiões, ideologias e doutrinas econômicas confiantes, cada caçador e coletor, cada herói e covarde, cada criador e destruidor da civilização, cada rei e camponês, cada jovem casal de namorados, cada mãe e pai, criança cheia de esperança, inventor e explorador, cada professor de ética, cada político corrupto, cada “superestrela”, cada “líder supremo”, cada santo e pecador na história da nossa espécie viveu ali – em um grão de pó suspenso num raio de sol.

A Terra é um cenário muito pequeno numa vasta arena cósmica. Pense nos rios de sangue derramados por todos aqueles generais e imperadores, para que, na sua glória e triunfo, pudessem ser senhores momentâneos de uma fração de um ponto. Pense nas crueldades sem fim infligidas pelos moradores de um canto deste pixel aos praticamente indistinguíveis moradores de algum outro canto, quão frequentes seus desentendimentos, quão ávidos de matar uns aos outros, quão veementes os seus ódios.

As nossas posturas, a nossa suposta autoimportância, a ilusão de termos qualquer posição de privilégio no Universo, são desafiadas por este pontinho de luz pálida. O nosso planeta é um grão solitário na imensa escuridão cósmica que nos cerca. Na nossa obscuridade, em toda esta vastidão, não há indícios de que vá chegar ajuda de outro lugar para nos salvar de nós próprios.

A Terra é o único mundo conhecido, até hoje, que abriga vida. Não há outro lugar, pelo menos no futuro próximo, para onde a nossa espécie possa emigrar. Visitar, sim. Assentar-se, ainda não. Gostemos ou não, a Terra é onde temos de ficar por enquanto.

Já foi dito que astronomia é uma experiência de humildade e criadora de caráter. Não há, talvez, melhor demonstração da tola presunção humana do que esta imagem distante do nosso minúsculo mundo. Para mim, destaca a nossa responsabilidade de sermos mais amáveis uns com os outros, e para preservarmos e protegermos o “pálido ponto azul”, o único lar que conhecemos até hoje.” SAGAN, Carl.

pálido ponto azul

Foto tirada pela Voyage 1 da Terra. Carl Sagan teve a ideia de virar a sonda e fotografar a Terra, depois de Saturno.

Pois é, Carl! Imagine você, que descobrimos indícios de vida no planeta vermelho. Por muito tempo, achamos que Vênus era mais parecido com a Terra, mas não. Hoje em dia, Marte se assemelha muito mais que o Planeta Azul, Vênus. Já encontramos água embaixo da crosta de Europa em Júpiter, planta em Vênus, Gelo em Mercúrio e, agora, água salgada em Marte. Dúvidas sobre a existência de vida extra terráquea?

Nem os mais céticos do Planeta estão levando fé nas suas afirmações, o que nos faz crer que uma hora aparece a tal evidência da qual sempre falamos. Não é, Sr. Jovem Nerd? Em seu Nerdcast 409 sobre Alienígenas do Passado, você não deixou Affonso Solano, Tucano e Azaghal confabularem sobre as teorias e as possibilidade de vida fora do planeta. Mas vamos concordar que está difícil manter essa postura, hein!

A Descoberta

linhas de encosta recorrentes

Linhas de encosta recorrentes, foi o nome que utilizaram para a água salgada que escorrer das montanhas (Foto: Nasa/JPL/Universidade do Arizona)

Segundo os cientistas da Nasa: as “linhas de encosta recorrentes”, como foram batizadas pelos cientistas, são pequenas e estreitas faixas, com menos de 5 metros de largura, que surgem durante os períodos quentes em diversas regiões marcianas. Elas se encolhem e se alongam. A hipótese de que essas linhas eram salmoura, surgiu no verão de Marte, onde as temperaturas alcançam -23ºC e é onde água com altas concentrações de sal estão mais propensas a existir.

Cratera Garni em Marte

Linhas recorrentes formadas por água salgada na cratera Garni, em Marte (Foto: Nasa/JPL/Universidade do Arizona)

Os pesquisadores que operam a sonda MRO (Mars Reconnaissance Orbiter), desenvolveram um método capaz de separar e mostrar as composições das substâncias. Essas informações, deram o aval de que se tratava de minerais hidratados, reforçando a hipótese de que os córregos seriam formados por cristais de sal que absorvem a umidade de marte, inclusive contando com cloro e oxigênio. Única questão que resta é saber se essa água foi captada do solo ou da atmosfera.

Indícios de vida em Marte?

Determinar a existência de água em sua forma líquida é fundamental para entender o ciclo hidrológico do planeta e para saber o potencial da vida em Marte. A comparação de Marte com o deserto do Atacama, um lugar que é “parecido” com Marte é uma gafe tremenda. Primeiramente, não temos a gravidade de Marte, segunda que falta a radiação. Mas ainda sim, forçando a comparação, é o único local que existe vida e se assemelha à Marte.

Falaram que: as linhas de encosta recorrente se formam pela absorção de umidade dos sais percloratos e fornecem condições úmidas de transição no Planeta. E, que apesar da atividade da água, nas soluções de perclorato a possibilidade de sustentar a vida terrestre é muito baixa.

A grande burrice é achar que nós somos o centro do Universo e que a única forma de vida é a nossa. Quem sabe as bactérias e microrganismos vivos de Marte suportem isso. Mas como somos seres humanos, nossa tecnologia e cálculo são muito miseráveis.

A NASA vai contra os demais e sugere que a existência de água reforça a possibilidade de vida no Planeta. E uma viagem tripulada nunca foi tão desejada, quanto agora. Quem sabe chegamos a marte e descobrimos ainda mais caminhando sob a superfície?

Já podem desligar o botão do invisível e aparecer! Sabemos que vocês existem!

Anúncios

Um comentário sobre “Água em Marte: Indícios da vida começam a surgir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s