São João, São João. Viva as Festas Juninas

são joão 1

No dia 24 de Junho é dia de São João, mas durante todo o mês de Junho/Julho e Agosto (rs) comemoramos o que consideram como “a mais brasileira das festas”, homenageando três santos. No dia 13 a festa é para Santo Antônio, no dia 24 para São João e no dia 29 para São Pedro, porém sua origem foi bem longe daqui. Sendo originárias das festas pagãs realizadas no solstício de verão no período pré-gregoriano em comemoração à grande fertilidade das terras e as boas colheitas.

Trazida pelos portugueses, a Festa de Junina sofreu algumas mudanças e se adaptou a nossas culturas, deixando com a cara do Brasil e suas misturas. Rapidamente acabou caindo nas graças dos Índios e os negros que viviam no Brasil por serem semelhantes as suas culturas, o que contribuiu bastante para o seu crescimento. As festas juninas foram influenciadas por muitas culturas, como por exemplo, francesa, portuguesa espanhola e também chinesa, sim chinesa. Estas influências nos trouxeram as danças de quadrilha, os fogos de artifício, as fogueiras e alguns termos como o famoso “Anarriê”.

“O termo “Festa Joanina” devido à sua maior referência que é o nome do Santo mais visado nessa época do Ano, pode ter sido um ‘start’ para essa festa.”

Dizem que as festas começaram pequenas com os senhores de engenho que, em suas terras convidavam algumas pessoas para a festividade, mas a festa foi ganhando fama e crescendo até se tornar o que é hoje. A festa é comemorada em todo o solo brasileiro mas é no nordeste estas festas ganharam um aliado, o forró, o que deixou a festa mundialmente conhecida.
São João 2

Uma das curiosidades fica por conta das comidas típicas, que grande parte são derivadas de milho, isso porque em Junho é a época da colheita do milho.

Apesar de ser uma festa comemorada em todo o Brasil, verdade seja dita, o povo nordestino sabe fazer a melhor de todas as festas.

Comidas típicas

Como em junho é época da colheita do milho, uma boa parte dos alimentos da festa vem dessa iguaria: bolos e salgados são feitos com o milho. Pamonha, cural, milho cozido, canjica, cuscuz, pipoca…

Mas nem só de milho vivem as festas juninas:  arroz doce, bolo de amendoim, bolo de pinhão, bom-bocado, broa de fubá, cocada, pé-de-moleque, quentão, vinho quente, batata doce e muito mais.

Principais tradições

As tradições fazem parte das comemorações. E o mês de junho é marcado pelas:

  • Fogueiras
  • Quadrilhas
  • balões
  • Grupos Festeiros (Nordeste)
  • Quermesses (Sudeste)
  • Simpatias (Principalmente para Santo Antônio)

No dia 13 de junho, as igrejas católicas distribuem o “pãozinho de Santo Antônio”. Diz a tradição que o pão bento deve ser colocado junto aos outros mantimentos da casa, para que nunca ocorra a falta. As mulheres que querem se casar, diz a tradição, devem comer deste pão.

Referências:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s