Nietzsche | Um gênio incontrolável, um anticristo oportuno

nietzscheSim, li o Anticristo de Friedrich Nietzsche! E vamos de resenha? Vamos, sim! Afinal, estamos falando de um dos maiores nomes da literatura e do pensamento filosófico. Eu estou começando a ler 100 aforismos sobre o amor e a morte também de Nietzsche, mas desse, eu falo mais pra frente. Vamos ao Anticristo!

Essa obra-prima escrita por Nietzsche, trás toda sua maestria e loucura e é sintetizada em poucas páginas, mas fundamentais à qualquer grande pensador. Tocar no assunto religião sempre foi muito delicado para todos, mas Nietzsche o faz com a sutileza de um Mamute. Ele não tem o menor pudor para falar sobre os cristãos, apóstolos e sobre o cristianismo como um todo.

A afirmação de que “só existiu um cristão verdadeiro e ele foi Jesus”, depois de ler esse livro, nunca fez tanto sentido. O ataque dele ao método como o Cristianismo expões os homens e faz com que eles sejam fracos e os mantém debilitados e dependentes de alguma coisa/força maior é claro e bem descrito no livro.

Nietzsche diz que “o cristão é o ódio ao espírito, ao orgulho, coragem, liberdade, libertinage do espírito; cristão é o ódio aos sentidos, às alegrias dos sentidos, à alegria mesma…”, mas tudo isso por culpa de seus apóstolos “evangelizadores”, principalmente, Paulo.  “O que Paulo conduziu ao fim, com o cinismo lógico de um rabino, foi, apesar de tudo, apenas o processo de declínio que teve início com a morte do Redentor”.l-pm-pocket-o-anticristo-friedrich-nietzsche-172388

O mundo encontra sua ruína no cristianismo, que vê a ciência como seu inimigo mortal e explica a criação do mundo de forma diferente do que fora contado pelo evangelho. O que faz com que o homem que vá contra, esteja contrariando seu criador e isso o castigará, criando essa elo doentio, onde homem e religião tem que andar lado a lado.

Segundo Nietzsche, o cristianismo é uma doença, um vício, dependência… “Eu declaro o cristianismo a grande maldição, o grande corrompimento interior, o grande instinto de vingança…eu o declaro a perene mácula da humanidade”.

E, então, o que acham do livro de Nietzsche? Aconselho a leitura!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s